Este poema se autodestruirá

O reino da Dinamarca fica tão longe
o cheiro de podre não chegará aqui
meu filho constrói castelos de Lego
devo, não nego, pago quando puder
as saudades que invento de Londrina
a oitocentos quilômetros da retina
se sente mais o fogo de um escorpião

I think I made you up inside my head
King Jong Il brinca no mar de big bang
e eu que nunca fui fã de Nara Leão
cismei de ouvir bossanova e levitar
enquanto meu filho destrói castelos
King Jong Il aperta o botão da bomba
e Nara manda notas safadas do Paraná

Nuvens de metal escurecem o horizonte
e as peças do Lego logo se tornam
versos de um poema que vou explodir
41.279 graus norte, 129.087 graus leste

Mas mesmo que a bomba norte-coreana
devaste nosso reinozinho dinamarquês
e pulverize toda a saudade que tenho
nada importará à ácida garoa daqui

Neste domingo de Lego e Sylvia Plath
só quero recriar o perfume de Londrina
Les Paradis Artificiels na cama estreita
I shut my eyes and all the world drops dead.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: